Voluntariando em fazendas no Sul da França

As vezes quando falo que trabalhei em 2 fazendas na França em troca de acomodação as pessoas acham estranho. Você? Trabalhando numa fazenda??? E eu: Sim! Aprendi muita coisa completamente diferente do que eu conhecia e de quebra comi MUITOS queijos maravilhosos e provei de ótimos vinhos!

Quando decidi viajar o mundo trabalhando por acomodação eu só tive uma exigência: aprender coisas diferentes do que eu sabia! Eu quis muito trabalhar em fazendas, em viver mais próximo da natureza e ter experiências novas, de coisas que eu nunca faria na minha rotina casa-trabalho-casa.

 

voluntariando em fazendas

Faça sul ou faça sol as vacas têm que comer!

Onde eu trabalhei?

Comecei a procurar trabalho por acomodação no meu bom e velho workaway.info e fui aceita em uma fazenda no sul da França onde ficaria por 2 semanas. Meus planos eram de passar 1 mês pela França, então para eu não ter muitos gastos com transporte, comecei a procurar outra pela mesma região para o período seguinte e encontrei!

mochilando no sul da França

As ruazinhas de Laguian-Mazous

Comecei minha viagem pela França por Paris (nunca é demais visitar Parriiiiii!) e então segui viagem de trem da Gare du Nord até Toulouse. Foram quase 8 horas de viagem que me custaram por volta de 40 euros, mas reconheço ter encontrado um ótimo preço, pois esse trajeto estava uns 60 euros para as datas que eu precisava. Nesse site aqui dá para ver alguns trechos baratos!

O que eu fazia na fazenda?

Com esse meu tamanho todo, o que eu fazia afinal? Bem, trabalhei em 2 fazendas diferentes. Uma bem grande onde os donos viviam efetivamente da fazenda. A outra era menor, onde o ambiente era mais relax e os donos tinham outras profissões mas viviam em uma fazendinha, cuidando de alguns animais e plantando algumas coisas.

Allez Viens! As vacas só falavam francês né! Neste dia tivemos que mudar o gado de um pasto para o outro

Nas duas tive experiências bem distintas, mas basicamente fiz isso:

  • Limpei galinheiro
  • Vi como se faz mel
  • Alimentei os animais
  • Ajudei a transportar o gado de um pasto para o outro
  • Ajudei a fazer e a estocar o feno para o inverno
  • Cavei piscinas para os patos
  • Colhi frutas do pé (eram 2 para o cesto e 1  para mim rsrs)
  • Consertei cercas
  • Cortei grama
  • Fiz jardinagem
  • Passeei com cachorros do abrigo na ONG que minha host fazia parte
  • Acordava com as galinhas, às vezes,  para pegar seus ovos
voluntariando em fazendas no sul da França

Se sujar faz parte

Os voluntários vão ajudando com as tarefas diárias que vão surgindo.  O que mais gostei de fazer foi colher as frutas no pé, principalmente os morangos! Também vi de pertinho como se faz mel, foi bem legal!

Muito trabalho regado a queijo e vinho!

Sem dúvida essa foi uma das coisas que mais curti na França, a comilança! O almoço típico francês era com baguete e inúmeros tipos de queijo. Existem entre 400 a 450 tipos de “família” de queijo e dentro dessas famílias podem existir várias ramificações, chegando até a 1000 tipos de queijo. Todos os dias no meu 1 mês de França eu provava algo novo.

Os vinhos franceses desgraçaram a minha vida! Antigamente eu tomava um vinho tinto suave e adorava, ai aprendi a apreciar um verdadeiro vinho tinto e seco e me lasquei rsrs. Não consigo mais voltar a beber os suaves brasileiros, são muito doces!

mochilando pelo sul da França

A melhor hora

Nossos jantares em ambas as fazendas eram regados de vinho, alguns mais baratinhos para o dia a dia (o baratinho que no Brasil custa uns 40 reais) e outros mais refinados em ocasiões especiais. Bem, em poucas palavras minha passagem pelo sul da França foi uma delícia!

mochilando no sul da frança

Paisagem do meu dia a dia

Redondezas

 

Quis trabalhar em fazendas justamente para viver em um ambiente diferente do que eu estava acostumada, fugia das cidades grandes. A primeira fazenda ficava num vilarejo chamado Laguian-Mazous, de uns 250 habitantes e a outra era Thermes-Magnoac com seus 160 moradores.

Um dos meus hosts nos aconselharam a conhecer Luchon na nossa folga, uma cidade no sudoeste francês, pertinho da Espanha e localizada nos Pirineus. Passei 2 dias curtindo as montanhas, foi caro mas lindo! Aproveitei pra fazer o primeiro trekking da minha vida!

Primeiro Trekking a gente nunca esquece

 

Em outra folga fui passear com meu host e os outros voluntários em Vic, na Bullfight (uma espécie de Tourada) que acontece todos os anos e ainda é bem tradicional. Parte do evento me lembrou um pouco o carnaval, muita gente nova, bebendo nas ruas. Pessoas acampando com os amigos. Muita música, muitos grupos tocando precursão, foi interessante!

sul da frança

Fica ligado no BruMundando que tem mais posts sobre a França chegando por ai!