Ir ao médico na Austrália sem seguro viagem

Cheguei em Melbourne e logo nos primeiros dias tive dor de garganta e febre super alta, tenho certeza que foi pelas drásticas mudanças no tempo. Bem, tentei chá caseiro e dipirona mas não rolou, depois do terceiro dia com febre e sem conseguir engolir quase nada, tive que abrir a carteira e ir ao médico.

Comecei a procurar clínicas e pesquisar alguma forma de não pagar ou pagar menos, afinal, eu não tinha seguro saúde e nem tinha direito ao Medicare Card (espécie de SUS australiano, alguns tipos de vistos de residente, Work&Holiday, cidadãos da Nova Zelândia e Reino Unido tem direito a esse benefício).

# Atendimento em clínicas:

Geralmente existem 2 preços: consultas entre 10 e 15 minutos (depende da clínica) e o outro que é acima de 10 ou 15 minutos. Fui numa clínica onde a consulta de 15 minutos custava 78 dólares e acima disso 127 dólares, resumindo, na hora que você senta na cadeira do médico começa sua contagem regressiva rsrs. Se eu tivesse o tal do Medicare Card conseguiria receber uma parte do valor gasto e dependendo do serviço, não pagaria nada. O preço também pode variar de médico para médico, se você quiser um médico mais sênior, vai pagar mais pela consulta.

# Esquemas nas farmácias:

Aproveitei e pedi ao médico as receitas de uns remédios que estavam acabando e as guias de uns exames que eu precisava fazer, pra fazer os meus 78 dólares valerem a pena né!!! A Austrália é bem chatinha pra isso, muitos remédios necessitam de receita pra comprá-los e tem limite, o médico estipula quantas vezes você pode comprar aquele medicamento. Esse controle é feito para muitos, desde antibióticos até anticoncepcionais, por exemplo. Entretanto, gripe, febre, dor de estômago e essas coisas simples é possível comprar sem receita e até mesmo em supermercados.

# Fazer exames:

Há 3 grandes laboratórios em Melbourne e mais alguns menores espalhados pela cidade. Achei muito difícil pesquisar os preços dos exames na internet porque os laboratórios não disponibilizam essa informação, eu tive de ir de laboratório em laboratório e perguntar ou ligar para o lab, e nunca me deparei com uma recepção de atendentes, quem me atendia e falava os preços era a mesma pessoa que colhia o exame. E cuidado, aconteceu comigo de falarem um preço por telefone e na hora era outro, é sempre bom conferir porque a cobrança não é feita de imediato, eles emitem um boleto pra sua casa com o preço final depois de alguns dias.

Descobri que a Melbourne Pathology cobra 150 dólares por ocorrência, então se você tiver uma bateria de exames de sangue pra fazer, acredito que esse lab seja a opção mais em conta, porém se for apenas 1 exame, você pagará 150 do mesmo jeito.

Healthscope é outro grande laboratório que tem a opção de pagar por apenas 1 exame, sendo mais barato que a Melbourne Pathology mas é claro que depende do tipo do exame, estou falando pela experiência que tive. Outra grande clínica é a Doravitch, mas pelos preços que pesquisei, era mais caro que as outras.

Outra coisa que é bem característica por aqui é o fato de você não ter acesso aos resultados dos exames, o laboratório envia direto para o médico e para saber o resultado terá que ir em outra consulta (pagar novamente), caso queira outra opinião ou arquivar seus exames, terá que pedir ao médico uma cópia.

Mesmo tendo um seguro viagem vigente as seguradoras não cobrem doenças e ocorrências anteriores a data da viagem (pelo menos a grande maioria, certifique-se muito bem a respeito da cobertura do seu seguro antes de efetivar a compra). Se você precisar fazer o acompanhamento de algum tratamento ou doença pré-existente terá de fazê-lo por conta própria. Essa experiência foi em Melbourne mas o sistema de saúde funciona da mesma forma em todo o país, o que mudará serão as clínicas.