Falta de foco faz bem!

Título meio contraditório, não é mesmo? Você deve estar pensando: como assim falta de foco também é bom??? Ela deve estar ficando maluca!

Vou explicar…

Quando eu tinha uns 18, já sabia exatamente o que eu queria para a minha vida para os próximos 5 anos. Queria estar formada na faculdade e pós-graduada. Encarreirada na minha profissão (aquela que eu já tinha “certeza”). Ter viajado para mais uma meia dúzia de lugares e de preferência quase casada, noiva, ou algo assim…

Já se passaram quase 9 anos desde aquela época (olha o Renew ai) e o que deu “certo ou errado”?

Mundanças

 

Bem, me formei e me pós graduei! Uhull! A meia dúzia de países? Não coloquei meta, deixei a meta aberta, quando cheguei na meta, dobrei a meta…

falta de foco faz bem

Brincadeirinha… Eu não tinha meta não, mas transformei aquela meia dúzia de países em 19 (até o momento). Já que é para viajar, vamos se jogar nesse mundão! Para quem ainda acha que pra viajar é mundo é preciso muito dinheiro, dá uma olhadinha aqui. Mundar depende muito mais de coragem do que meios financeiros, é o que eu sempre digo.

falta de foco

O amanhecer depois de uma noite no deserto do Rajastão!

Carreira

 

Quem acompanha o BruMundando sabe que larguei meu emprego para viajar sem data de volta, e do fundo do meu coração, eu pensava no começo que quando eu voltasse teria inúmeras portas abertas para mim no mercado de trabalho.

Pois bem, voltei e a questão agora é: quem disse que quero entrar por alguma dessas portas? Posso encontrar coisas muito mais interessantes por caminhos não tão convencionais assim, só preciso saber lidar com os riscos de cada escolha.

Por isso que carreira é um assunto que dá pano para manga… rsrs

Depois de ter feito milhões de coisas diferentes, depois de ter passado por tantas situações difíceis e de ter visto diferentes formas de interpretar o mundo, comecei a repensar muitas coisas. Descobri outras paixões e sei que preciso viver mais uns 80 anos para fazer tudo que tenho vontade.

falta de foco

Meus terroristinhas australianos

Quero fazer tantas coisas, por que raios vou dedicar minha vida toda numa única profissão? Numa coisa só? Por que? Porque a nossa sociedade diz que você tem que ter uma profissão para ser alguém na vida?

E foi aí que comecei a perceber que falta de foco também é bom, é ótimo! Planejar a vida em um horizonte de 5 anos? E se eu mudar de ideia no meio do caminho? A regra é não mudar de ideia porque é fraqueza desistir?

Falta de foco não é o mesmo que falta de planejamento!!! Todas minhas decisões são bem pensadas e sempre falo para meus amigos: se planeje, se organize que tudo dá certo. O problema é que às vezes ficamos tão focados que não temos tempo de ver e pensar em outras coisas. Vivemos o mantra que é “aquilo” é o melhor pra mim e quando nos deparamos com algo diferente, não sabemos lidar com potenciais oportunidades.

Os boys

 

Sobre a parte do quase casada ou noiva… Acho que sei porque queria isso há 9 anos atrás. Pela segurança que um relacionamento sério e estável traz consigo. Imaginar que os 20 anos foram feitos pra gente encontrar um cara legal, casar com ele pra não ficar para titia e antes dos 30 já ter um filho, afinal, depois dos 30 nosso “reloginho” começa a bater.

Sair nessa corrida maluca do que “devemos ou não devemos ser e fazer” e enquanto isso a vida vai passando. Outras oportunidades vão se afastando e o timing de certas decisões indo para as cucuias.  Tudo isso para que? Porque tem que casar e ter filhos antes dos 30! Porque tem que ter um bom emprego antes dos 30! Porque tem que constituir família. Quem disse isso?

Essas inquietações respondem que dos meus anseios dos 18 anos, eu só estudei e viajei, investi em mim, quer coisa melhor? Agradeço ao universo por aqueles “planos” de 9 anos atrás não terem dado certo.

Aquela vida estável e segura não era para mim e ponto final. Acabei percebendo isso entre idas e vindas viajando o mundo. Já vivi coisas tão intensas desde que decidi esquecer o foco. Me apaixonei por mim mesma e por outras pessoas. Descobri diferentes formas de demonstrar e expressar o amor. Cada relação tem algo a ensinar e cada pessoa tem um papel na nossa vida. Alguns são tipo drama de novela mexicana né, quem nunca? rsrs

falta de foco faz bem

O que teria sido se tivesse seguido o foco dos 18 anos? Não sei, só sei que não combinaria com a pessoa que sou atualmente. Hoje não me cobro tanto e sinceramente não sei como minha vida vai estar aos 32 anos (daqui 5 anos) e essa incerteza é o que me dá mais vontade de viver, vontade de descobrir o que a vida tem pra me dar!