Bed Bugs, a lembrancinha que você NÃO vai querer levar para casa depois da viagem

 

Já ouviu falar em BedBugs? O nome em português é percevejo, até vir para a Austrália nunca tinha ouvido falar nisso e não sabia o problema que esse inseto pode causar. Eles são sangue sugas do tamanho de um caroço de maça (último estágio) que se escondem na costura do colchão, travesseiro, cortinas, cobertores, fendas nas camas, móveis e te atacam durante a noite. Acho muito nojento porque não são por exemplo 2 ou 3 pernilongos que estão te picando, são dezenas de insetos que estão escondidos na sua cama e enquanto você dorme eles passeiam pelo seu corpo e se alimentam do seu sangue.

É muito fácil levá-los para casa depois de uma viagem, eles se escondem facilmente na sua mala, naquelas redes organizadoras que as mochilas costumam ter e dependendo dos casos se escondem em roupas também. Independente se você está em um bom hotel ou um hostel fuleiro, os bedbugs podem ser um problema, eles gostam de rotatividade, seu quarto pode estar super limpinho mas se passou um hóspede ali e deixou bedbugs no carpete, meu amigo, se prepare porque vai dar trabalho…

Caso leve 1 fêmea grávida para sua casa, em questão de 4 meses você terá uma infestação de mais de 300 bedbugs em crescimento e cerca de 2000 ovos e o fator mais preocupante: você só nota o problema quando já está com a infestação, enquanto está no primeiro ou segundo mês acabamos por não perceber nada de diferente, apenas algumas picadas mas até aí pode ter sido na rua.

Aqui começa a dor de cabeça, muitas empresas especializadas nisso aconselham a se desfazer de tudo que foi contaminado. É muito difícil exterminá-los com químicos, pesquisas mostram que os bedbugs se tornaram resistentes a pesticidas e pelo fato de se esconderem tão bem e não ser possível ver os ovos a olho nu (dependendo do estágio) torna o processo mais dispendioso e caro, além do mais, caso 1 sobreviva, todo o esforço será perdido pois eles vão voltar!

Tome muita atenção aos lugares por onde passar, é possível encontrar o rastro dos bedbugs pelo cocô (os infelizes ainda fazem cocô na sua cama!). Quando já existem muitos eles deixam um rastro por onde passam, veja se você encontra manchinhas pretas na madeira da cama. Evite deixar sua mochila/mala no chão ou encostada na cortina, claro que sei como isso pode ser difícil e caso não tenha jeito, tudo bem, você ainda pode fazer uma mega limpeza nas suas coisas antes de voltar para casa, como?

Lave tudo que você tem com água quente e de preferência ponha na secadora também. Lave sua mochila/mala com água quente, caso não dê para lavar, ponha dentro de um saco e deixe-o exposto ao sol forte por alguns dias. Os bedbugs morrem com o calor e na hora de fazer a mala, vá para uma área onde é improvável que eles estejam, quintal, cozinha, banheiro, mas não volte suas malas para o chão, especialmente se for carpete.

Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e muitos outros países enfrentam problemas com bedbugs, morei num hostel por 4 meses em Melbourne e eles tinham bedbugs e mesmo depois de uma GRANDE limpeza nos quartos contaminados, lavando-se TUDO e incluindo dedetização, os bedbugs voltaram.

Fique de olho e não deixe essa “peste” estragar seu retorno para casa!

0 comentários sobre “Bed Bugs, a lembrancinha que você NÃO vai querer levar para casa depois da viagem

  1. Pingback: 7 coisas que aprendi viajando o mundo | BruMundando